Se você trabalha em uma empresa onde um computador comum foi colocado no lugar de um servidor, saiba que isso aumenta 80% dos riscos de ter futuros problemas.

Muitas empresas, resolvem colocar um desktop comum para compartilhar arquivos ou funcionarem como servidores de impressão, o que pode sobrecarregá-lo com a demanda dos computadores, pois essas máquinas não são feitas para ficarem ligadas sete dias por semana, 24 horas por dia.

Geralmente os Servidores de arquivos possuem propósitos diferentes, sendo alguns deles:

Backup;
Compartilhamento de informações;
Armazenamento remoto e outros.

Cada servidor de arquivos tem uma definição diferente sobre o que pode ser considerado um arquivo. Três destes modelos são muito utilizados, sendo eles:

Quando um servidor possui a estrutura dos arquivos, e nomeia alguns ou todos os registros com uma chave única, podendo escrever, ler, juntar, estender, remover e muitas outras operações;
Quando o servidor não possui a estrutura interna dos arquivos. Assim o servidor de arquivos não é capaz de resolver operações complexas nos mesmos, mas sim, somente a leitura e escrita;
Quando o servidor possui hierarquia, tratando os arquivos em forma de árvore. Este modelo é o mais comum de todos, pois além de permitir tal hierarquia, pode possuir a estrutura interna dos arquivos, permitindo operações e transferências complexas.

Todos os servidores de arquivos devem de alguma maneira proteger e controlar o acesso de seus arquivos.

Servidor de Arquivos

Clique aqui para falar com nossos consultores e otimizar o seu negócio!

Além do mais, diferente do que possa parecer, os servidores mais simples, que atendem pequenas e médias empresas não são muito mais caros que os computadores comuns, leia nossa matéria sobre servidores.

    One comment

  1. Pingback:FJ REDEmpresa - Catálogo de Serviços FJ REDEMPRESA

Comments are closed.